Começam hoje as eleições para o Colegiado Escolar nas escolas estaduais

colegiado-escolar-20172

Muitos estudantes da rede estadual terão os pais, mães e responsáveis como companhia a caminho da escola, desta segunda segunda-feira (8) até sexta (12). É que as escolas estaduais da capital e do interior estarão realizando as eleições para o Colegiado Escolar, que é composto por representantes dos estudantes, professores, funcionários e das famílias. A missão do conselho é contribuir para a gestão democrática e participativa das escolas, visando a união de todos pela melhoria da Educação.

 “O Colegiado é extremamente importante, por meio dos qual, todos os segmentos podem dar sugestões, acompanhar e fiscalizar as ações pedagógicas e administrativas da escola. Inclusive é uma forma de os pais estarem mais presentes no cotidiano da escola onde seus filhos estudam podendo, portanto, contribuir com a direção da escola, fortalecer a gestão e, consequentemente, a Educação”, afirma o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.

 A eleição é promovida pela Secretaria da Educação do Estado e cada escola escolherá um dia da semana para o pleito. Urnas serão disponibilizadas, nos três turnos, nas unidades escolares. Para a formação do colegiado, a votação é por segmentos. Só o diretor da unidade escolar tem representação garantida. As unidades escolares já têm a lista dos votantes.

Confira o calendário de eleição do Território Velho Chico:

Calendário de realização da Eleição do Colegiado Escolar – NTE 02 Bom Jesus da Lapa

COL. EST. PROF. ODONTINA LARANJEIRA Ibotirama 12 de maio
COL. EST. SIDNEY MASCARENHAS Javi (Muquém de S. Francisco) 11 de maio
CEOL. EST. NEMÍSIA RIBEIRO DOS SANTOS Morpará 12 de maio
COL. EST. N. SENHORA DO ROSÁRIO Sítio do Mato 11 de maio
COL. EST. LUIZ CARLOS MORENO Muquém de S. Francisco 11 de maio
COL. EST. PRESIDENTE MÉDICE Paratinga 12 de maio
COL. EST. GRANDES MESTRES BRASILEIROS Matina 11 de maio
COL. EST. MARECHAL CASTELO BRANCO Ibotirama 10 de maio
COL. EST. SINÉSIO COSTA Riacho de Santana 12 de maio
COL. EST. MONSENHOR TURÍBIO VILANOVA Bom Jesus da Lapa 12 de maio
COL. EST. LUIS VIANA FILHO Barra 11 de maio
COL. EST. ANÍSIO HONORATO GODOY Serra do Ramalho 09 de maio
COL. EST. DE IGAPORÃ Igaporã 11 de maio
COL. EST. S. VICENTE DE PAULO Bom Jesus da Lapa 09 de maio
COL. MODELO LUIS EDUARDO MAGALHÃES Bom Jesus da Lapa 11 de maio
COL. EST. PAPA JOÃO PAULO I Brotas de Macaúbas 11 de maio
COL. EST. D. LUIS ROGÉRIO DE SOUZA Barra      –
COL. EST. EVANDRO BRANDÃO Paratinga 10 e maio
COL. EST. PROJETO FORMOSO Bom Jesus da Lapa 10 de maio
COL. EST. CRISTO REI Barra 08 de maio
ESC. EST. THOMAZ LEITE Gameleira(Sítio do Mato) 12 de maio
CEEP ÁGUAS Barra 11 de maio
COL. EST. TIRADENTES Oliveira dos Brejinhos 10 de maio
COL. EST. RÔMULO GALVÃO Oliveira dos Brejinhos 10 de maio
COL. EST. LUIS EDUARDO MAGALHÃES Malhada 12 de maio
CETEP VELHO CHICO Ibotirama 12 de maio
ESC. INDÍGENA MAL RONDON Ibotirama 12 de  maio
COL. EST. FILOMENA PRERIRA RODRIGUES Feira da Mata 12 de maio
COL. EST. CORONEL J. DUQUE Carinhanha 11 de maio
COL. EST. PAGÉ ROQUE MOISÉS DA SILVA Muquém de S. Francisco   –

Foto: Claudionor Junior/Ilustração

Provas para o processo seletivo da Educação acontecem domingo

lei-2

Já estão disponíveis os cartões de inscrição com os locais de provas para os candidatos que irão fazer, neste domingo (7), o Processo Seletivo Simplificado promovido pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia. O processo visa a contratação, por meio do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), de professores e profissionais da Educação. Os cartões de inscrição estão disponíveis no site: www.ibrae.com.br

As provas serão aplicadas no turno matutino, das 8h às 12h, para as funções de professor da Educação Profissional, preceptor de estágio Enfermagem, técnico de Atendimento Educacional Especializado, tradutor/Interprete de Libras, cuidador educacional, braillista, instrutor de Libras, professor, por segmento da Educação e o do técnico de nível médio/mediador. No turno vespertino, das 14h às 18h, serão realizadas as provas para professor da Educação Básica, da Educação Básica no Campo e Professor Indígena.

Vagas – A seleção visa a contratação de 2.483 professores da Educação Básica, Educação no Campo e mais 215 vagas para professor Indígena. O processo seletivo também envolve 961 vagas para a função de técnico de nível médio/mediador para o Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec).

São ofertadas, ainda, 519 vagas destinadas a professores da Educação Profissional e Tecnológica e 211 vagas iniciais para professor substituto da Educação Básica. São mais 157 vagas para preceptor de estágio de Enfermagem das unidades da Educação Profissional e Tecnológica e mais 655 vagas da Educação Especial, destinadas a técnicos de atendimento educacional especializado, tradutor/intérprete de Libras, cuidador educacional, braillista e instrutor de Libras.

 

Foto: Ilustração

Educadores e gestores escolares têm até o dia 30/04 para participar do Formacenso

fmc-a3-v4

Professores, coordenadores pedagógicos e gestores das unidades escolares da rede estadual de ensino têm até o dia 30 de abril para participar do Censo da Formação dos Profissionais da Educação Básica (Formacenso). A iniciativa da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, realizada pelo Instituto Anísio Teixeira (IAT), busca valorizar os profissionais da educação básica, promovendo uma consulta sobre o interesse de participação em processos de formação, com o objetivo de subsidiar a oferta de cursos a serem realizados pelo IAT. O formulário será online e está disponível no endereço formacenso.educacao.ba.gov.br.

De acordo com o diretor-geral do IAT, Severiano Alves, o Formacenso é o primeiro passo para a execução do Plano de Formação e Desenvolvimento dos Profissionais da Educação Básica, proposto pelo Instituto em articulação com a Superintendência de Políticas para a Educação Básica (Suped). “Precisamos ter um levantamento da real necessidade da rede estadual e, também, dos desejos dos educadores e gestores para o seu plano de carreira. Com a demanda dos profissionais nas mãos, podemos planejar e ofertar cursos de formação continuada”, afirmou Severiano.

A diretora de Formação e Experimentação Educacional, Daday Sales, ressaltou a importância do Formacenso para o processo formativo dos educadores. “Para as ofertas de formação continuada é preciso considerar a formação, a atuação e o interesse dos profissionais que serão atendidos. Com o Formacenso, teremos essas informações atualizadas, o que nos dará melhores condições de planejar a atualização da formação acadêmica, aperfeiçoamento profissional e pedagógico. A Secretaria, por meio do IAT, poderá, dessa forma, promover ofertas que vão ao encontro das expectativas e das necessidades de formação continuada de sua rede e são significativas para os seus profissionais, na perspectiva de assim melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem”, disse Daday.

Plano de Formação dos Profissionais da Educação

O Plano de Formação tem como objetivo contribuir com o cumprimento da meta 16 dos planos nacional e estadual de educação, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação e o decreto Nº 8.752, que trata da Política Nacional de Formação dos Profissionais da Educação Básica, garantindo a melhoria da qualidade da educação básica. O Plano de Formação e Desenvolvimento dos Profissionais da Educação Básica contempla três programas, interdependente e complementares: o de Formação e Desenvolvimento dos profissionais da educação, o de Tecnologias e Mídias Educacionais e o de Pesquisa Inovação Pedagógica, todos desenvolvidos pelo Instituto Anísio Teixeira.

Eleições para líderes de classe mobilizam estudantes da rede estadual

03_6

A semana começou bem movimentada nas escolas da rede estadual com a eleição de líderes e vice-líderes de classe, que acontece até quarta-feira (13). Com urnas nas salas e as plataformas de campanha na ponta da língua, os candidatos se dividem em chapas e tentam conquistar o voto dos colegas. A expectativa é a de que, neste ano letivo, 35 mil estudantes sejam eleitos líderes e vice-líderes de classe. O objetivo da Secretaria da Educação do Estado, com a iniciativa, é promover o protagonismo estudantil e envolver os alunos nas ações realizadas nos colégios da rede, de modo que possam contribuir para a gestão democrática e participativa das escolas.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, fala sobre a importância da iniciativa: “Temos que estimular os estudantes neste processo democrático de concorrer ao pleito, de votar, de escolher seus representantes e, principalmente, de se envolver no cotidiano da escola, apontando as necessidade e sugestões para a melhoria da Educação. Portanto, a eleição de líder de classe empodera esta juventude e potencializa a dimensão política e cidadã da formação dos nossos estudantes”, afirma.

Cronograma

10 a 13/4 – Período da eleição, sendo que cada unidade escolar definirá o dia para realizar o pleito.

17 a 20/4 – Lançamento dos dados dos líderes e vice-líderes de classe eleitos no sistema do Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

Provas da seleção REDA na Educação serão realizadas no dia 7 de maio

lei-2

A Secretaria da Educação do Estado adiou para o dia 7 de maio a aplicação das provas para o Processo Seletivo Simplificado visando a contratação, por meio do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), de professores e profissionais da Educação. As provas estavam previstas para este domingo (9). Os locais da prova serão informados no cartão de convocação do candidato, disponibilizado no site www.ibrae.com.br

 

De acordo com a portaria publicada, nesta quinta-feira (6), no Diário Oficial, as provas serão aplicadas no turno matutino, das 8h às 12h, para as funções de professor da Educação Profissional, preceptor de estágio Enfermagem, técnico de atendimento educacional especializado, tradutor/Interprete de Libras, cuidador educacional, braillista, instrutor de Libras, professor, por segmento da Educação e o do técnico de nível médio/mediador. No turno vespertino, das 14h às 18h, serão realizadas as provas para professor da Educação Básica, da Educação Básica no Campo e Professor Indígena.

 

Vagas – A seleção visa a contratação de 2.483 professores da Educação Básica, Educação no Campo e mais 215 vagas para professor Indígena. O processo seletivo também envolve 961 vagas para a função de técnico de nível médio/mediador para o Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec).

 

São ofertadas, ainda, 519 vagas destinadas a professores da Educação Profissional e Tecnológica e 211 vagas iniciais para professor substituto da Educação Básica. São mais 157 vagas para preceptor de estágio de Enfermagem das unidades da Educação Profissional e Tecnológica e mais 655 vagas da Educação Especial, destinadas a Técnicos de Atendimento Educacional Especializado, Tradutor/Intérprete de Libras, Cuidador Educacional, Braillista e Instrutor de Libras.

 

Foto: Claudionor Junior

Secretaria lança premiação para estimular a iniciação científica nas escolas estaduais

feira-de-ciencias-col-est-bolivar-santana-foto-emerson-santos-1

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia abriu, nesta segunda-feira (3), inscrições para premiar trabalhos de iniciação científica dos estudantes da rede estadual de ensino. A iniciativa, promovida pelo Programa Ciência na Escola (PCE), tem o objetivo de fomentar a produção científica nas diversas linguagens, a partir dos livros “Bahia, Brasil: espaço, ambiente e cultura” e “Bahia, Brasil: vida, natureza e sociedade”.

Os livros foram editados pela Secretaria e distribuídos para estudantes atendidos pelo projeto. O conteúdo é organizado de forma integrada, georreferenciado na realidade baiana, e apresenta conhecimentos das diversas áreas, como Biologia, Geografia, Química, Física e História. O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, fala sobre a iniciativa. “O Programa coloca a Ciência, a Inovação e o Empreendedorismo dentro das salas de aula. Portanto, esta premiação é mais uma ação para fortalecer o eixo pedagógico nas nossas escolas e fazer com que os nossos estudantes usem da criatividade e sejam estimulados para a iniciação científica”, destacou.

Os orientadores podem inscrever os trabalhos no período de 5 de abril a 2 de junho, por meio de um formulário disponível no Portal da Educação. Os trabalhos devem ser encaminhados para o e-mail ciencianaescola@educacao.ba.gov.br, juntamente com o formulário. O resultado dos finalistas será divulgado no dia 20 de julho.

Serão aceitos trabalhos de autoria de um estudante, orientado por um professor, na forma de fotografia, cordel, vídeo (3 a 5 minutos), grafite e história em quadrinhos, retratando temas que levem em conta critérios como aplicabilidade, relevância social e científica. O material deve ser seguido de um relato de experiência, apresentando os objetivos e motivação da escolha do tema. O documento deve ser enviado em formato PDF e assinado pelo professor orientador e pelo estudante.

Premiação – Os estudantes vencedores serão contemplados com prêmios distribuídos da seguinte forma: o primeiro colocado será credenciado para a Feira de Empreendedorismo, Ciência e Inovação da Bahia (FECIBA) e receberá um smartphone. Aqueles que ficarem do segundo ao quinto lugar, além da credencial para a FECIBA, irão ganhar um tablet. A solenidade de premiação, com a entrega dos prêmios e certificados de participação, acontecerá no dia 14 de agosto, data do aniversário de cinco anos do Programa Ciência na Escola.

Acesse os livros “Bahia, Brasil: espaço, ambiente e cultura” e “Bahia, Brasil: vida, natureza e sociedade” clicando nos respectivos nomes ou acesse:

>> https://issuu.com/atinaedu/docs/le_bahia_1

>> https://issuu.com/atinaedu/docs/bahiabrasil_2014
Acesse aqui o documento de Chamada Pública

 

Rui anuncia editais de programa de bolsa e estágio para universitários

800x400
Com o objetivo de promover a permanência e melhora do desempenho dos estudantes das universidades estaduais baianas, o Governo do Estado lança o edital do Programa Mais Futuro nesta terça-feira (7). O anúncio foi feito pelo governador Rui Costa durante transmissão ao vivo, pelo Facebook (facebook.com/ruicostaoficial), do programa ‘Digaí, Governador!’. “O Mais Futuro é um programa de assistência estudantil para garantir a permanência do estudantes nas universidades da Bahia, com o apoio do Governo do Estado”, afirmou Rui.

A iniciativa, que integra o Programa Educar Para Transformar, tem como meta beneficiar nove mil estudantes universitários em condições de vulnerabilidade socioeconômica. Eles terão acesso a auxílio financeiro para dar continuidade aos estudos e evitar o abandono do curso superior por falta de condições de concluir a graduação. Segundo o governador, o Mais Futuro é um grande passo para a educação superior pública no estado e terá um investimento de cerca de R$ 50 milhões até o fim de 2018.

>> Leia o Edital de estágio.pdf

>> Leia o Edital de inscrição

De acordo com o edital, que estará disponível no Diário Oficial do Estado (DOE), os estudantes universitários terão até 31 de março para fazer as inscrições. O auxílio terá valor de R$ 300 ou R$ 600 mensais. O primeiro valor é destinado a universitários que estudam a até 100 quilômetros da sua cidade de origem. Já o segundo é para aqueles que moram em cidades a mais de 100 quilômetros de distância do campus onde estão matriculados. Estando dentro do perfil do programa, o estudante poderá receber o auxílio desde o primeiro semestre até completar 2/3 (dois terços) do curso.

“Esta iniciativa beneficia aqueles estudantes que mais precisam de políticas públicas para garantir sua permanência na universidade, o acesso ao estágio e a conclusão do ensino superior”, explicou o secretário estadual da Educação, Walter Pinheiro.  As quatro universidades públicas do Estado –  Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia(Uesb) – serão contempladas pelo programa.

>> Escute a íntegra do programa DigaAí Governador 

Como participar
Para participar, o estudante deverá manifestar formalmente o interesse por meio da página do programa na internet. Depois desse passo, eles serão cadastrados pelas unidades de ensino, apresentando a documentação exigida. O pagamento das bolsas será feito diretamente ao próprio estudante, através de cartão, em conta bancária criada exclusivamente com essa finalidade.

No terço final da graduação, os beneficiários terão a opção e prioridade para ingressar em vagas de estágio de nível superior ofertadas por órgãos e secretarias do Governo do Estado. Os estudantes que já estão na fase final do curso e atendem os critérios também podem ingressar no programa, já na fase do Estágio.

Critérios
Entre os critérios para participar do Programa Mais Futuro estão: ter registro atualizado no Cadastro Centralizado de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); não possuir vínculo empregatício e não ter concluído qualquer outro curso de nível superior.

Para fazer a atualização cadastral ou inscrição no CadÚnico, passo obrigatório para participar do programa, o estudante ou familiar pode procurar um Centro de Referência em Assistência Social (Cras) no município onde a família reside e solicitar o cadastramento. No caso do cadastro familiar, é importante ter uma pessoa responsável pela família para responder às perguntas do cadastro. Essa pessoa deve fazer parte da família, morar na mesma casa e ter pelo menos 16 anos. Também é possível fazer o cadastro individual.

A Secretaria da Educação e as Universidades Estaduais disponibilizaram números de telefones para esclarecimentos de dúvidas.
– Secretaria da Educação – 0800 071 8956
– Uneb – (71) 3117-2418
– Uefs – (75) 3161-8110
– Uesc – (73) 3680-5452
– Uesb – Campus Vitória da Conquista – (77) 3424-8795
– Campus Itapetinga – (77) 3261-8664
– Campus Jequié – (73) 3528-9716

Fonte: Secom

Secretaria orienta estudantes sobre conservação de livros

entrega-de-fardas-e-livros-002

Os livros didáticos são indispensáveis para o processo de ensino e de aprendizagem, se tornam parte da rotina diária dos estudantes e em muitos casos são reaproveitados de uma série para outra por estudantes diferentes. Nesse sentido, a Secretaria da Educação do Estado presta algumas orientações para evitar o desgaste do material e que contribuem para a conservação desta importante fonte de conhecimento.

Forrar os livros é uma ótima alternativa para a conservação. Os estudantes podem utilizar plásticos e outros matérias como diferentes tipos de papeis para customizar as capas. Podem utilizar até fotografias. A ideia, segundo a coordenadora do Livro Didático da Secretaria da Educação do Estado, Alessandra Santana, é deixar a criatividade fluir para proteger os livros.

“É necessário que as unidades escolares promovam uma constante ação de conscientização por meio dos professores, colegiado escolar, líderes de classe e familiares para que os livros sejam bem conservados. Sugerimos que sejam produzidos cartazes com orientações, organizar o Dia do Encapamento para que os alunos usem a criatividade dentro da disciplina de Artes, promover concursos de capas e premiar as turmas com o maior número de livros bem conservados”, recomenda Alessandra Santana.

A coordenadora ressalta a importância da participação da família no cuidado com o material didático dos filhos. “Os pais também podem fiscalizar e conscientizar os estudantes, orientando-os a manter os livros em local apropriado, arejado e sem umidade. Além disso, não devem riscar, rasurar ou rasgar as páginas e capas, porque os mesmos serão devolvidos para serem reutilizados por outros estudantes, seguindo o triênio da campanha”, esclarece.

Os livros didáticos são solicitados pelas escolas diretamente ao Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) e todos os exemplares disponibilizados são aprovados pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Uma vez entregues, passam a ter dominialidade das escolas, que realizam a entrega aos estudantes.

Inscrições para o Sisu são prorrogadas até domingo (29)

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou as inscrições dos estudantes no Sistema de Selação Unificada (Sisu) até as 23h59 do próximo domingo (29). O prazo estava previsto para terminar hoje (27). O ministério decidiu prorrogar após estudantes terem relatado dificuldades para acessar o sistema. O resultado está mantido para segunda-feira (30).

Ao todo, são 238.397 vagas em 131 instituições públicas, entre universidades federais e estaduais, institutos federais e instituições estaduais.

O Sisu seleciona os estudantes com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Cabe a cada instituição definir o cálculo que utilizará para a seleção dos novos alunos. Para participar do processo, o estudante não pode ter tirado nota zero na redação do exame. Ao todo, mais de 6,1 milhões fizeram o Enem em 2016.

O período de matrícula será de 3 a 7 de fevereiro. Os candidatos que não forem selecionados na chamada regular poderão participar da lista de espera, entre 30 de janeiro e 10 de fevereiro. Esses candidatos serão convocados a partir do dia 16 de fevereiro, caso haja vagas remanescentes.

Fonte: Agência Brasil

Escolas recebem R$ 13 milhões para atividades complementares

ave-e-tal-na-escola-parque-075

As escolas da rede estadual que aderiram ao programa Novo Mais Educação já estão com seus recursos disponíveis. Este ano, foram destinados 13 milhões de reais para o desenvolvimento de atividades complementares como arte e educação. Além disso, cada unidade de ensino também poderá utilizar a sua verba, que varia de escola para escola, na requalificação do ambiente escolar, de acordo com a proposta pedagógica da escola.

Na Bahia, o programa está beneficiando 478 escolas, localizadas em todos os 417 municípios, com um total de aproximadamente 240 mil estudantes do Ensino Fundamental. O total de recurso destinado para cada escola é calculado com base no quantitativo de estudantes que a unidade irá atender.

De acordo com a coordenadora de Educação Integral da Secretaria da Educação, Rowenna Brito, a proposta pedagógica da escola precisa estar mais próxima da identidade do estudante. “A ideia é que a escola utilize esse recurso para fazer o desenho do Projeto Político Pedagógico da escola, atendendo às demandas e necessidades do estudante. É uma inciativa para fortalecer a Educação Integral em tempo integral visto que os estudantes participam de atividades que complementam a formação”, destaca a gestora.

Com  isso, a escola irá vivenciar uma jornada ampliada de 15 horas semanais, atendendo cinco atividades, sendo Língua Portuguesa e Matemática obrigatórias e, as outras três, de livre escolha. O objetivo é potencializar o ensino regular nas disciplinas de Português e Matemática e, assim, melhorar os indicadores de avaliação. O recurso, do Governo Federal, é destinado para um período de oito meses, com início das atividades em março e término em novembro deste ano.

Foto: Divulgação